Tuesday, May 23, 2006

OS TEUS PÁLIDOS OLHOS DE DEFUNTO


Eu olhei a manchete do jornal:
"A polícia encontrou mais um presunto!"
Reparei no detalhe principal:
Os teus pálidos olhos de defunto.

A foto mostra um corpo em pleno chão.
"Do que foi que morreste?" - Eu me pergunto.
Resultado da decomposição:
Os teus pálidos olhos de defunto!

O teu cadáver vai deteriorando
E os teus olhos também se estragam junto;
E, surpreso, eu prossigo contemplando
Os teus pálidos olhos de defunto...

7 comments:

Vivian said...

Eu gostei dos seus poemas, continue assim.

Vivian said...

Só não gostei dos poemas como "Lambendo Lepra"...

Vivian said...

Só não gostei dos poemas como "Lambendo Lepra"...

Aldérmio, o zumbi virgem. said...
This comment has been removed by the author.
Aldérmio, o zumbi virgem. said...

acabei de descobrir seu blog! dei uma passada e vi esses olhos familiares... eu já a vi! e também escrevi sobre ela. é o primeiro (e até agora único) post do meu blog.
sei você provavelmente já viu essas fotos, mas talvez tenha alguma que ainda não tenha visto:
UR 1
UR 2
não tenho tempo agora, mais tarde volto aqui pra ler seus outros textos, parecem boa coisa.

lady dark said...

nossa sao muito legais!!

lady dark said...

nossa sao muito legais!!